domingo, 25 de outubro de 2015

MARCELO SOUTO MAIOR

Marcelo Souto Maior esteve recentemente na novela A Regra do Jogo ao lado de Tony Ramos. Mas já possui uma longa estrada na televisão. Estreou em Malhação no ano de 1995. Já atuou nas tramas: Pecado Capital, O Quinto dos Infernos, A Diarista, A Favorita entre outras. É sempre uma presença forte e chama a atenção quando aparece no vídeo. Recentemente trabalhou com o diretor Paulo Thiago no filme A Última Chance que estreia em 2017 nos cinemas.
E mais:



Paulo Nigri estreou no teatro e fez várias peças de sucesso nos anos 1980: Blue Jeans, Capitães de Areia e o Alienista com o Grupo Tapa. Se destacou na novela Tieta, interpretando o seminarista Cosme. Logo após esteve no elenco de Salomé. Já é falecido.

domingo, 16 de agosto de 2015

MARCOS WAINBERG

 Marcos Wainberg nasceu em Porto Alegre - RS no dia 27 de janeiro de 1949.  É um ator brasileiro que ultimamente faz humor no Programa Zorra Total. Marcos iniciou a carreira no teatro, onde atuou em vários sucessos, como: A Teoria na Prática é Outra ao lado de Nadia Lippi e O Diálogo dos Pênis. No cinema esteve em: A Extorsão, A Pantera Nua entre outros. Na televisão atuou em dezenas de trabalhos, com destaque para: Selva de Pedra, Xeque Mate, Sol de Verão, Vale Tudo, A Viagem e Tocaia Grande. Continua na ativa.

E mais:

Márcia Lima foi uma modelo e atriz que atuou no episódio Pé de Feijão do Sítio do Picapau Amarelo e na novela Jogo da Vida contracenando com Angelina Muniz. No cinema participou de Sargento Getúlio ao lado de Lima Duarte. Não se encontram dados da continuidade de sua carreira. Foi namorada do diretor Edwaldo Pacote.

Mônica Schimidt atuou em duas novelas: Baila Comigo e Jogo da Vida. No teatro fez a peça infantil Grafite Cor de Rosa e no cinema esteve em O Gigante da América. Não há informações sobre o paradeiro da atriz.

terça-feira, 26 de maio de 2015

PASCOAL DA CONCEIÇÃO

O ator Pascoal da Conceição nasceu em São Paulo no dia 9 de outubro de 1953. Foi office-boy, bancário. Mas fez teatro em todo lugar em que esteve, inclusive em grupos de amigos, e de familiares. Quando estudava no Colégio Estadual de Vila Prudente,em 1972, entrou na montagem de peça: " "Tiradentes", quando do sesquicentenário da morte do herói da independência.
No mesmo ano de 1972, Pascoal estreou na peça: “Pic-Nic no Front", peça que retornou à cena em 1974. Em 74,  ainda, fez: “O Casamento do Pequeno Burguês". Em 75: “A Cantora Careca". Em 76: “Jaques, ou A Submissão". Em 79: “A Carreira do Divino". Em 83: “Mistérios Gozosos". Em 88: “As Desgraças de Uma Criança". Em 1990: “O Noviço”. Em 91: " Mais Quero Asno Que Me Carregue do que Cavalo Que Me Derrube". Em 92: “Auto da  Barca do Inferno". “““ “““ Em 93:” Ham-Let”. Em 97: " Espumas Flutuantes". Em 98:" Taniko, O Rito do Vale". Em 2001: " Novas Diretrizes Em Tempos de Paz". Em 2002: " Os Sete Afluentes do Rio Ota". Em 2005: " Mario de Andrade Desce Aos Infernos". Em 2006: " Centro Nervoso" e " A Louca de Chaillot". Em 2007: " Salmo 91". 
Em cinema, Pascoal Conceição fez em 1994: “Lumper", um curta. Em 99: “Ela Perdoa", outro curta. Em 99 ainda: “Castelo Ra-Tm-Bum". E em 2003: “Olga".
Em televisão, o ator fez de 1994 a 1997, o papel de Dr. Abobrinha, no programa: “Castelo Rá-Tim-Bum". Em 2004, participou da grande minissérie da TV Globo: “Um Só Coração",  como Mario de Andrade. Essas duas atuações  são as que mais marcaram a trajetória artística de Pascoal Conceição.
Em 2005, o ator transferiu-se para a Rede Record  e entrou na novela: "Essas Mulheres". Em 2006, voltando à Globo, fez outra minissérie: "JK". Em 2008, fez o seriado: “Casos e Acasos". Em 2009, esteve na novela de imenso sucesso: “Caminho das Índias". Em 2010, fez   "Tempos Modernos", ainda na Globo. Em 2011, a macrossérie "O Astro", remake da novela de mesmo nome, exibida originalmente no final dos anos 70. E em 2012, outro remake, desta vez da novela "Gabriela".
Pascoal é um dos maiores e mais corajosos atores do Brasil. Em 2015, em uma cena ousada, defeca no palco ao vivo na peça do Teatro Oficina “Pra Dar Um Fim No Juízo de Deus”.
Pascoal da Conceição é casado com a fonoaudióloga Lúcia Gayotto  e ele tem dois filhos: Pérola, do primeiro casamento e Nicolau, com Lúcia.


E mais


Chica Lopes nasceu em 1923. Em 1950 começou em teatro. Em 1970 apareceu na TV Tupi de São Paulo e começou em pequenos papéis. Fez várias novelas: "O Julgamento", "Éramos Seis", "Roda de Fogo", "O Direito de Nascer".
Conquistou o coração do público, ao fazer a doce Durvalina, de "Éramos Seis". Por isso quando, em 1994, o SBT refez essa novela, Chica Lopes foi chamada para o mesmo papel. Fez no SBT: "Sangue do Meu Sangue", "Os Ossos do Barão", "Pícara Sonhadora", "Marisol", "Jamais Te Esquecerei". Aí passou para a Rede Record de Televisão, aparecendo nas novelas: "A Escrava Isaura". E por fim: "Cristal", em 2006, no SBT.
Em 25 de novembro de 2005, recebeu o Prêmio Zumbi dos Palmares, na Assembléia Legislativa de São Paulo. Durante a Semana da Cultura Negra, foi considerada uma das principais representantes da raça na televisão brasileira. Faleceu no dia 10 de setembro de 2016.

fonte: www.museudatv.com.br

quarta-feira, 15 de abril de 2015

LAERCIO FONSECA

Laércio Fonseca nasceu em Bom Jesus da Lapa – BA. Desde criança queria ser ator. Na televisão sua primeira novela foi Paraíso. Logo depois fez Morde e Assopra, Amor à Vida e seu grande personagem até o momento: Felipe na novela Império de Aguinaldo Silva. No teatro, seu maior sucesso foi no infantil Os Dálmatas ao lado de Lady Francisco, com o qual ficou em cartaz durante oito anos. 

E mais:

Cristina Santos- Irmã da atriz Lucélia Santos atuou na novela O Todo Poderoso e no seriado Obrigado Doutor entre outras participações na tv. Esteve no filme Luz Del Fuego, ao lado da irmã. No teatro fez a peça Cantares em Desafino. Desde os anos 80 se dedica à música.

quarta-feira, 11 de março de 2015

MONICA SATURNINO

Mônica Aparecida Saturnino nasceu em Comendador Venâncio, distrito de Itaperuna – RJ, no dia 04 de outubro de 1974. Iniciou sua formação teatral em 2003, quando realizou oficinas com Paulo Hamilton (Cia. Atores de Laura). Participou de dois espetáculos com direção de Paulo Hamiltonn: O Auto da Compadecida (2003) e Lisístrata (2005). No ano de 2005/2006 ficou 6 (seis) meses em cartaz com espetáculo Greve de Sexo, no teatro de arena da  UFRJ e participou da montagem do espetáculo Os Sete Gatinhos, com direção de Vanessa Dantas. Em 2005, participou da Oficina Anjo Negro no Teatro Poeira, período setembro a dezembro, ministrado por Amir Haddad. Em fevereiro do ano seguinte (2006) participou da Oficina de carnaval no Instituto Tá Na Rua e da oficina de formação e desenvolvimento de atores com Amir Haddad, além de algumas atividades com o Grupo Tá Na Rua, dentre elas a montagem do "Cabaré Tá Na Rua". No ano de 2007 passou a integrar o Grupo Tá Na Rua, participou do espetáculo Tá Na Rua em Memórias, com direção de Amir Haddad (2007/2008) e do espetáculo Quem disse que papa não fuma, com direção de Miguel Campelo. No ano de 2009, participou do programa A Turma do Pererê, da TVE Brasil, e também do espetáculo Bodas de Sangue, dirigido por Amir Haddad no Espaço Tom Jobim- RJ. Iniciou, no ano de 2010, uma série de espetáculos dirigidos por Amir Haddad intitulado “Saúde e Segurança no Trabalho”, numa parceria entre o Grupo Tá Na Rua  e o Ministério do Trabalho e do espetáculo” Escola de Molières” no Espaço Tom Jobim.
Participou de diversos Festivais e Mostras de Teatro, em 2007, do Festival de Artes Cênicas de Fortaleza – CE, em 2008, Mostra Brasil de Teatro de Rua de Aracaju – SE, em 2009, do 6º Festival de Artes da América do Sul – Corumbá – MS e 2º Festival de Teatro Lusófono – FestLuso – Teresina – PI.  Em 2010, 2º Festival de Teatro de Rua de Porto Alegre, V Mostra Latino America de Teatro de Grupo – São Paulo – SP, 1a. Mostra SESC de Teatro de Rua 2010.

Fonte: www.cennarium.com

CARLOS KOPPA é conhecido do grande público por fazer o humorístico A Praça é Nossa no SBT, mas sua carreira é longa, iniciada na década de 1950. Participou de teleteatros na TV Cultura e novelas na TV tupi entre tantos outros trabalhos. No teatro, esteve em peças importantes como Lulu com Irina Grecco, O pagador de Promessas com Tony Ramos e A Vida Escrachada de Joana Martini e Baby Stompanato com Marília Pêra. Fez bastante televisão e cinema.
Foi casado com a atriz Suely Franco com quem teve um filho: Carlos
Cinema:

O Grande Assalto, O Homem Nu, Os Raptores, Tempo de Violência, Golias Contra o Homem das Bolinhas, Elas São do Baralho, O Estripador de Mulheres entre outros.

Televisão:

O Sheik de Ipanema, A Leoa, Sombras do Passado, Tchan – A Grande Sacada.

E mais:

Dartagnan Mello é filho do ator Angelito Mello, hoje atua como professor de matemática. Esteve em várias produções da Rede Globo, como: Terras do Sem Fim, O Bem Amado, Maria Maria, Sinhazinha Flô entre outras. No cinema, atuou em: No Tempo dos Bravos, Vida e Glória de Um Canalha e Um Homem Sem Importância.      



sábado, 31 de janeiro de 2015

ANDRÉ VALLI


André Valli foi um dos maiores atores do Brasil. Ficou famoso como Visconde de Sabugosa do Sítio do Pica-pau Amarelo, personagem que interpretou na Rede Globo por dez anos. Mas André atuou em dezenas de novelas, como: Escrava Isaura, Pecado Capital, Selva de Pedra, Pacto de Sangue, Gente Fina, Salomé, Despedida de Solteiro entre outras. No cinema esteve nos filmes: O Vampiro de Copacabana e O Casamento. No teatro teve uma carreira vitoriosa como diretor e ator. Atuou em um número extraordinário de peças, como:

 É pena ela ser o Que É (1964), O Galo de Belém (1965), Chapeuzinho Vermelho (1966),  A Casa  de Chocolate (1968), Galileu Galilei (1969), Roda Viva (1969), A Vida Escrachada de Joana Martini e Baby Stompanato (1970), A Pequena Notável (1971), O Milagre de Nossa Senhora Magrinha (1972), O Botequim (1973), Descasque o Abacaxi Antes da Sobremesa (1973), Um Visitante do Alto (1974), Pequeno Dicionário da Língua Feminina (1974), Réveillon (1974), O Ministro e a Vedete (1974), Desgraças de Uma Criança (1975), Mumu (1976), A Noite do Antílope Dourado (1976), O Palácio do Tango (1977), No Sex... Please (1978), A Mulher Sem Pecado (1979), As Preciosas Ridículas (1979), Brasil Dourado (1982), E Agora Hermínia? (1982), Viúva, Porém Honesta (1983), Esperando Godot (1984), Orquestra de Senhoritas(1985), A Verdadeira História de Jonas Wenka (1986), Extra-Vagância (1988), O Reverso da Psicanálise (1989), Jardim das Cerejeiras (1989), Noel Noel (1992), Mimi, minha Adorável Doidivanas (1993), O Jantar dos Babacas (1995), Concerto Para Virgulino Sem Orquestra (1995), Um Mundo de Ilusões (1996), O Doente Imaginário (1996), Toda Nudez Será Castigada (1998), Os Sete Gatinhos (1998), Um Maridão Na Contramão (1999), Bonitinha, Mas Ordinária (2000), Alarmes (2001), Alta Sociedade (2001), Pinóquio (2001), Sílvia (2002), A Visita da Velho Senhora (2002), Arlequim, Servidor de Dois Patrões (2003), Abalou Bangu (2003), Tartufo, O Impostor (2004), Ladrão em Noite de Chuva (2005), Corações Encaixotados (2007), O Cavaleiro da Triste Figura (2008).


André faleceu em 2008.


E mais:


Monique Alves foi uma atriz, modelo e apresentadora brasileira. Fez muito sucesso nos palcos e nas teles dos anos 1980 e 1990. Foi casada com Denis Carvalho, com quem teve uma filha. E teve um lindo romance com seu médico francês: Yann Herault. Monique morreu prematuramente aos 32 anos, em 1994, depois de uma longa luta contra a leucemia.



Atuou em:

Televisão: Sétimo Sentido; Pão Pão Beijo Beijo; Partido Alto; A Máfia no Brasil; Pacto de Sangue; Meu Bem, Meu Mal.
 

Cinema: Aventuras de Um Paraíba, Amenic – Entre o Discurso e a Prática, Rock mania.


Teatro: Horóscopo para os que Estão Vivos, A Bela Adormecida, Campeões do Mundo, Morte na Chácara, O Meu Guri, Cantares em Desafino, A Grande Revista, O Vison Voador, Casa de Chocolate, Laranja Mecânica, O Fantasma de Canterville.