sexta-feira, 30 de março de 2012

CLAYTON SILVA

CLAYTON SILVA iniciou a carreira de ator fazendo teatro em Uberlândia. Ainda em Uberlândia estreou como profissional do rádio no Programa Tudo Pode Acontecer, o qual escreveu e produziu.
Estreou na televisão no programa Miss Campeonato em 1960. Atuou no programa "Praça da Alegria", comandado por Manoel da Nóbrega. Nas décadas de 70 e 80 fez parte do elenco de Os Trapalhões.
No cinema, esteve em O Bem Dotado Homem de Itu, Pecado Horizontal entre outros.
Atuou no humorístico do SBT A Praça é Nossa por mais de dez anos. 


Clayton Silva faleceu em São Paulo no dia 15 de janeiro de 2013.
E Mais:


Damiana Machado é a Formiga da novela Aquele Beijo. Inicou a novela como figurante, mas no decorrer da trama foi ganhando falas e teve um certo destaque na novela. Interpreta Bá no seriado Pé na Cova.

segunda-feira, 19 de março de 2012

ADALBERTO SILVA

ADALBERTO SILVA foi um ator de teatro, cinema e televisão. Nasceu em 1933 e estreou no teatro aos 20 anos interpretando Etíope na peça A Raposa e as Uvas, sendo dirigido por Bibi Ferreira e atuando com Sérgio Cardoso, Leonardo Villar e Sonia Oiticica entre outros. Trabalhou no Teatro Experimental do Negro, onde fez a peça Orfeu do Carnaval em 1956. Em 1962 atuou no espetáculo A Invasão de Dias Gomes ao lado de Jardel Filho, Fabio Sabag e Léa Garcia. Na televisão fez as novelas: Acorrentados; Jerônimo, o herói do Sertão. No cinema, participou de filmes importantes, com destaque para: Bonitinha, mas Ordinária e Quilombo. Morreu aos 66 anos em 05 de janeiro de 1989.

ALBERTO BARUQUE é ator, compositor e diretor. Iniciou a carreira de ator, ainda na infância na novela O Céu é de Todos, em 1965. Dois anos depois apresentou, pela TV Tupi, o Programa Bazar Baruque.
No teatro foi premiado em vários espetáculos e fez muito sucesso com as peças: O Lobo não é mais aquele e oh, Calcutá!
Participou de várias novelas, com destaque para: Meus Filhos, Minha Vida; Quatro Por Quatro, Colégio Brasil e Dona Anja.
No cinema esteve em Made In Brazil, Nasce Uma Mulher e O Homem que Descobriu o Invisível.

Fonte: Site oficial Alberto Baruque.

E mais:

Jane Baruque
É uma atriz paulistana muito premiada no teatro infantil, onde atuou com sucesso na peça O Lobo Não é Mais Aquele.
Na televisão atuou na novela Acorrentada, pelo SBT em 1983. E no mesmo ano participou do Caso Verdade – Atriz Acidentada, onde interpretava seu próprio papel, contando sua história e como um acidente quase acabou com sua carreira, mostrando sua revolta e a reviravolta quando se tornou, além de atriz, uma ótima autora.
Fonte: Memória Globo

quarta-feira, 14 de março de 2012

MARCUS VINÍCIUS


MARCUS VINÍCIUS foi um dos maiores atores brasileiros. Ator de interpretação forte e marcante, impossível não se emocionar com cenas realizadas por este ator. Iniciou a carreira no teatro, na peça Orfeu Negro em 1973 ao lado de feras como, Zózimo Bulbul e Zezé Motta. Apareceu com destaque nas peças Odisséia de Cristo e A Ilha, esta última em 1988. No cinema esteve em mais de vinte filmes, destaque para Barra Pesada; O Cortiço; Xica da Silva; Chico Rei; Gabriela, Cravo e Canela e protagonizou J.S Brown, O Último Herói. Na televisão era um dos atores preferidos de Herval Rossano e estreou em 1978 na novela Direito de Nascer, depois atuou em Lampião e Maria Bonita; Um Sonho a Mais; Dona Beija; Helena; Pacto de Sangue; As Noivas de Copacabana; Direito de Amar e etc. Sua última novela foi Lua Cheia de Amor. Participou também do Programa Humorístico Os Trapalhões. Ator versátil conseguia interpretar de forma convincente de bandido a padre, de gay a machão, drama ou comédia. Já é falecido e infelizmente esquecido, pois foi um dos maiores atores negros do país.

Fonte: CULTNE


PACO SANCHES, nasceu Francisco Sanches Netto em São Paulo, SP, em 30 de junho de 1939. Iniciou a carreira de ator no Teatro de Arena atuando em peças importantes como- A Granada, Primeira Feira Paulista de Opinião, Macbird. No cinema estreou em 1976 no filme Sabendo Usar Não Vai Faltar e depois atua em Aberrações Sexuais, O Homem do Pau Brasil, As Vigaristas do Sexo e seu melhor momento, que foi no filme Marvada Carne, produção que lhe inspirou a montar a peça Marvada Mula, ficando em cartaz por mais de 10 anos. Na televisão é um dos atores preferidos de Walter Negrão, atuando nas novelas Ovelha Negra, Tropicaliente, Era Uma Vez, Como Uma Onda e Desejo Proibido. Grande ator de comédia. Faleceu em 2013.

E mais:


José Prata iniciou a carreira de ator ainda criança participando de programas humorísticos. Em novelas participou de A Patota, Sinhá Moça e O Grito. No teatro fez várias peças, com destaque para Bagunças e Gostosuras em 1987 ao lado da atriz Suzana Abranches. Esteve recentemente na minissérie Dercy de Verdade. É filho do ator Grande Otelo e herdou do pai o talento para comédia.